O FENÔMENO

da inovação

É um curso interativo e online voltado para empresas que desejam desenvolver seu potencial criativo.

Nunca foi tão urgente pensar de forma original, e o curso interativo
O Fenômeno Criativo oferece recursos para desenvolver esta habilidade.


A partir de um workshop com atores diversos da empresa, é discutido como os conceitos do curso podem ser aplicados no cotidiano da instituição, gerando exemplos práticos e um conteúdo customizado. Essa co-criação será acrescentada ao final de cada vídeo aula, garantindo total convergência com a realidade e vida prática da organização.

Principais entregas:

 

  • Desenvolvimento de competências, compartilhamento de conhecimentos, resolução
    de problemas, promoção de mudanças, fortalecimento
    da diversidade, socialização
    e criação em grupo.
     

  • Elucidação de práticas que precisarão ser desenvolvidas para que a pessoa ou o grupo atue de forma criativa. Além de evidenciar habilidades já existentes que podem ser aprimoradas e compartilhadas.
     

  • Promoção de mudanças:
    Vê-las como algo positivo leva a menos resistência a elas.
     

  •  Capacidade de avaliar
    e fomentar o ambiente
    e o clima criativo.

“O curso interativo O Fenômeno Criativo traz uma visão sistêmica sobre a Criatividade. Já estava na hora de termos uma abordagem pautada em ciência e comportamento humano, desprovida de clichês e mitos que não fazem mais sentido.”

Saturno de Souza 
Diretor de Educação Corporativa

do Grupo Bio Ritmo/Smart Fit

A pesquisa O Fenômeno da Inovação trouxe à tona os sentidos que levam executivos e empreendedores a inovar. O objetivo é colaborar na condução de processos de mudança de cultura organizacional de forma que a inovação e a colaboração se tornem práticas fluidas e permanentes.

Assista ao depoimento de Arthur Igreja, professor

da FGV-RJ, sobre a pesquisa O Fenômeno da Inovação

O estudo é uma reflexão sobre o ser-que-imagina-e-age, que aparece na significação de treze renomados inovadores brasileiros que generosamente contribuíram:

André Barros: head of nutrition and innovation e gerente executivo de marketing esportivo e operações na Nestlé Brasil.


Bob Wollheim: head of digital

no Grupo ABC, fundador do YouPix festival e conselheiro do

Endeavor Brasil.


David Schlesinger: médico neurologista, fundador da Mendelics. 

 

Elen Kiss: superintendente de marketing digital e inovação do banco Itaú, professora da ESPM e coordenadora dos cursos de design e estratégia de inovação.

 

Guilherme Lima: diretor

de inovação e comunicação

da Whirlpool Brasil.

 

Gustavo Caetano: fundador

da Samba Tech. Cursou inovação

na MIT.

 

Lourenço Bustani: formado em ciência política e administração pela faculdade da Filadélfia. É fundador da Mandalah.

Luiz Algarra: jornalista formado pela PUC, é consultor de inovação no Grupo Bio Ritmo e Natura. É designer de fluxos de conversação.

 

Mario Adolfi: fundador da Kidopi, eleito um dos brasileiros mais inovadores pela revista Technology Review, de Massachussetts (MIT).

 

Martha Gabriel: engenheira, ganhadora de 11 Prêmios iBest e professora de MBA. Palestrante em quatro TEDx. 

 

Romeo Busarelo: diretor de marketing da Tecnisa e professor da ESPM – INSPER – FIA/USP em cursos de pós-graduação e MBA nas áreas de marketing, negócios digitais e inovação.

 

Rony Rodrigues: sócio-fundador da holding OGrupo, que reúne quatro empresas: Aquiris, LiveAd, TalkInc e Box1824.

 

Toshizaemom Noce (Toshi): é engenheiro mecânico e head of innovation LATAM Fiat Chrysler Automobiles. 
 

Chico Max é fotógrafo e psicólogo que investiga os processos psíquicos e sociais da criatividade. Trabalha com o Ajustamento Criativo: processo de identificação e superação de fatores de inibição e agentes motivadores da criatividade. Fotografia e Design + Chico Max Fotodesign + Psicologia - Brasil

ajustamento

criativo

O FENÔMENO CRIATIVO

O Ajustamento Criativo é um processo de terapia breve com objetivo de identificar os fatores

de inibição e interrupção da criatividade, assim como seus agentes motivadores.

 

As inibições que levam à interrupção do ato criativo nos atiram num padrão de respostas estereotipadas às diversas situações vividas.


A essência do processo criativo
é a mudança, a conversão de uma forma em outra e, para evoluirmos, é fundamental darmos novas respostas para demandas
que se apresentam como fixas.

 

A criatividade não é um dom que algumas pessoas têm e outras não. Ser criativo é uma possibilidade inerente à natureza humana e evitar o ato criativo implica na perda da capacidade de auto realização.

 

Consiste em:

  • Ajudar na percepção
    dos fatores e práticas
    que estimulam e inibem
    a criatividade.

 

  • Fornecer subsídios para
    o desenvolvimento de um método criativo original.

 

  • Propiciar a possibilidade de ensaiar novos modelos de ação.

Imaginar e viver o imaginado   |